17 de janeiro de 2011

DESPINDO-ME DE VOCÊ.


Ontem joguei fora os poucos vestígios seus que haviam em mim: algumas cartas, seu numero de telefone, presentes que me dera e o seu cheiro insuportável de meus lençóis. Ontem te deixei ir embora de mim, agora de uma vez para nunca mais. Ontem eu deixei de sentir dor ao olhar suas fotos, me esqueci de pensar em você, libertei-me da obsessão de te querer.
Ontem sai do nosso apartamento, sei que me deixou ficar com ele, mas nada naquele lugar me faz bem, nada me pertence; deixei-te trancado lá, assim como a nossa historia de amor eterno. Ontem eu nasci de novo pro mundo, agradeço pelos bons momentos juntos, foste especial em minha vida – não nego- e não me arrependo de você, e nunca me arrependerei. Vou agora embora, vou cuidar de mim, me refazer, me reconstruir, no nosso apartamento deixei pra ti a minha aliança e o nosso álbum; fora o que restou de “nós”.

Com Carinho; Liz. 


Por Lahis do Nascimento Batista

3 comentários:

Luara Q. disse...

Quanta intensidade!

deia.s disse...

Adorei o teu blog, tudo bem verdadeiro!
Estou seguindo, se puder me segue também?

http://amar-go.blogspot.com/

- Desde já agradeço, beijo :)

Luciana B. disse...

Lahis, o texto ficou lindo.
Amei o post *-*
Muito bom ver novos posts por aqui.
beijo ;*